Brasil

Brasil pode elevar-se a quinto maior produtor de petróleo bruto

O Brasil leiloará na próxima semana os direitos de exploração de reservas petrolíferas com cerca de 12.000 milhões de barris de petróleo bruto e cuja extração poderá convertê-lo no quinto maior produtor mundial do setor O Brasil pode tornar-se um dos maiores…
MundoPolítica

Irão volta a negociar com a comunidade internacional

O Irão retomou ontem, em Viena, as negociações sobre o seu programa nuclear num espírito descrito como renovado, depois do pessimismo manifestado por diplomatas europeus na semana passada, devido a novas exigências de Teerão “A nossa intenção é reanimar o…
MoçambiquePolítica

Costa contra restrições de voos para Moçambique

O primeiro-ministro rejeitou, esta quinta-feira, a aplicação em Portugal de uma lei de vacinação obrigatória contra a covid-19, tal como já acontece em alguns Estados-membros europeus, e manifestou-se contra restrições de voos para países como Moçambique. Estas…
MoçambiquePolítica

Portugal vai reagendar oferta de vacinas a Moçambique

A oferta de 200 mil vacinas a Moçambique que Portugal anunciou para sexta-feira vai ser reagendada, em função das doses já disponíveis no país, disse esta quinta-feira à Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE). “A próxima doação a…
ChinaEconomia

Gigante chinês Evergrande falhou pagamentos

No passado dia 06 de novembro, o grupo Evergrande deveria ter reembolsado 82,5 milhões de dólares (73,1 milhões de euros). O prazo foi dilatado até terça-feira passada mas os pagamentos não foram efetuados, refere a agência de notação com sede em Nova…
ChinaHong Kong

Magnata de HK Jimmy Lai condenado pela vigília por Tiananmen

O magnata da imprensa Jimmy Lai e dois outros ativistas pró-democracia de Hong Kong foram condenados esta quinta-feira (9) por participarem de uma vigília por Tiananmen que foi proibida pelas autoridades deste centro de negócios internacional Jimmy Lai foi condenado…
EconomiaMundo

Comércio livre em África ajuda a recuperar da pandemia

A Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla inglesa) defendeu ontem que a zona de comércio livre em África pode reduzir o abrandamento económico resultante da pandemia e fomentar exportações no valor de mais de 30 mil milhões…