Opinião

Luís Andrade de Sá - UM DISPARATE POR MINUTO

Abre-se um jornal e são os piolhos; noutro, as horríveis cadeias; num terceiro, a imensa miséria. Como são jornais de referência, tudo o que contam é verdade, e como estamos a falar do Brasil, as coisas ainda podem ser piores. O início do Mundial deu mais força à…
Opinião

Catarina Domingues - DER GESCHEITERTE TRAUM O SONHO FALHADO

Queria muito, muito, citar o Miguel Esteves Cardoso na crónica que escreveu sobre o Portugal-Alemanha para o jornal Público, mas não o vou fazer porque o Esteves Cardoso pode coisas que eu não posso. Passo a traduzir, e para alemão, para não parecer tão mal…
Opinião

José E. Isaac - CONTEXTO DIFÍCIL

Dois dos temas fundamentais da agenda politica de Macau – a relação com os países lusófonos e a diversificação da economia – aparecem frequentemente associados. Quer isto dizer: existe a expectativa, explícita, de que o papel a desempenhar por Macau nas…
Opinião

Pedro Coito - CAMPEONATO MUNDIAL PARA TODOS OS GOSTOS

O Mundial começou a semana passada e pode se dizer que está a corresponder as expectativas de todos os entusiastas do desporto-rei. Já houve grandes jogos, grandes golos, grandes surpresas, grandes erros de arbitragem e um grande ambiente que promete continuar nas semanas…
Opinião

Paulo Rego - A ARTE E A MAGIA ESTÃO A CEDER

A grande penalidade que permitiu à Alemanha dar início à goleada com que humilhou a seleção portuguesa terá sido mal assinalada; a dupla de centrais formada por Pepe e Bruno Alves poderia ter cumprido a sua obrigação posicional e, desse modo, evitado o segundo golo…
Opinião

Paulo Rego - COMPETIR OU COMPLEMENTAR?

Como volta a ser claro na entrevista ao embaixador brasileiro em Pequim, que publicamos nesta edição, o Brasil teve sempre uma posição dúbia em relação ao papel de Macau na promoção do comércio entre a China e os Países de Língua Portuguesa. A diplomacia…
Opinião

Luís Andrade de Sá - UM POUCO MAIS DE AZUL

As independências africanas ocorreram, na maioria dos casos, no início dos anos 1960, mas só em 1973 foram estabelecidas ligações aéreas entre África e a China, país que tinha estimulado muitos partidos nacionalistas na formação das novas nações.
Opinião

Catarina Domingues - DETOX*

  DETOX * É mais difícil prestar resistência a uma ideia pela manhã, o corpo está ainda adormecido. Acordei há uns dias a achar que o facebook não fazia sentido, e desativei a minha conta. Primeiro dia: ao pequeno-almoço, café pronto, um batido…
Opinião

José E. Isaac - IR MAIS ALÉM

A ideia de que Macau pode servir de plataforma para a cooperação entre a China e os países de língua portuguesa é, no plano geral em que como regra se coloca, uma ideia atraente para todas as partes envolvidas. O governo central, porque assim assinala o seu…