Putin admite usar armas nucleares, mas só em resposta a ataque inimigo - Plataforma Media

Putin admite usar armas nucleares, mas só em resposta a ataque inimigo

O Presidente russo, Vladimir Putin, admitiu esta quarta-feira que poderá utilizar armas nucleares, mas só “em resposta” a um eventual ataque inimigo desse tipo ao território da Rússia.

“Consideramos as armas de destruição maciça, as armas nucleares, um meio de defesa. [Utilizá-las] insere-se num contexto a que chamamos ‘ataque de retaliação’: se nos atacam, nós atacamos em resposta”, declarou Putin numa reunião por videoconferência com membros do Conselho de Direitos Humanos ligado ao Kremlin (Presidência russa).

O chefe de Estado russo, que já várias vezes emitiu ameaças de utilização de armas nucleares desde que invadiu a vizinha Ucrânia, a 24 de fevereiro deste ano, disse que “em nenhuma circunstância” iniciará um ataque nuclear, ou seja, a Rússia nunca será a primeira a recorrer ao seu arsenal nuclear.

“A Rússia, em nenhuma circunstância, será a primeira a utilizá-las”, declarou Putin na reunião transmitida pela televisão.

Ao mesmo tempo, o dirigente russo reconheceu que está a aumentar a probabilidade de uma guerra nuclear.

Leia mais em: TSF

Related posts
AngolaEconomia

Angola e Rússia definem passos para intensificar a cooperação estratégica

Desporto

Open da Austrália proíbe bandeiras da Rússia e da Bielorrússia

Mundo

Ataques como Dnipro exigem “novas decisões” sobre fornecimento de armas

Mundo

Rússia reconhece morte de mais de 60 soldados em bombardeio ucraniano

Assine nossa Newsletter