Generais descartam em reunião ação contra atos antidemocráticos em frente a quartéis - Plataforma Media

Generais descartam em reunião ação contra atos antidemocráticos em frente a quartéis

O comandante do Exército, general Freire Gomes, afirmou nesta quinta-feira (10) aos generais da Força que as manifestações antidemocráticas em frente aos quartéis não devem ser reprimidas pelos batalhões.

Na avaliação da cúpula do Exército, os atos são permitidos pela Constituição e, por mais que possam gerar distúrbios nas regiões militares, não devem ser encerrados por força.

A orientação foi repassada durante uma reunião que o Exército tradicionalmente realiza para o encerramento do ano de instrução, na qual a análise das ações realizadas pela Força é repassada ao generalato.

O encontro por videoconferência reuniu cerca de 150 generais da ativa e durou duas horas, segundo relatos de quatro participantes ouvidos pela Folha.

O foco da reunião foi, especialmente, os resultados das operações de garantia de votação e apuração —o apoio logístico e de segurança ao pleito— e os demais trabalhos realizados pelo Exército durante o ano.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Related posts
BrasilPolítica

Bolsonaro regressa nas próximas semanas ao Brasil para coordenar oposição

BrasilPolítica

Quem vai herdar o espólio eleitoral de Jair Bolsonaro?

BrasilPolítica

PGR apresenta mais 150 denúncias contra suspeitos de participação em atos golpistas

BrasilPolítica

Mesmo sob risco de ser deportado, Bolsonaro não quer voltar ao Brasil: teme ser preso

Assine nossa Newsletter