Dependência do Interior deixa Macau sem alternativas - Plataforma Media

Dependência do Interior deixa Macau sem alternativas

Sem estratégia para atrair turistas estrangeiros, o académico Eilo Yu considera que Macau está numa situação complicada de dependência face ao mercado chinês. Por sua vez, Au Kam San espera que a retoma de excursões contribua para reduzir a taxa de desemprego

O académico Eilo Yu acredita que a dependência da economia do território face ao Interior deixou a RAEM sem alternativas e sem poder traçar o seu próprio caminho no combate à pandemia. A opinião foi partilhada pelo cientista político ao jornal South China Morning Post, de Hong Kong, num artigo publicado ontem.

Leia mais sobre o assunto em: Macau: Dificuldades na luta por mercados internacionais

Para Eilo Yu o facto de o Governo de Ho Iat Seng insistir na política “dinâmica” de zero casos e no isolamento face ao mundo, através da imposição de uma quarentena de sete dias, é “compreensível”, uma vez que o território depende do Interior para receber turistas e também trabalhadores, que todos os dias atravessam as fronteiras.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
ChinaEconomia

Redução de quarentenas não garante entrada de mais turistas, considera Ho Iat Seng

MacauSociedade

Detectado novo caso positivo em Macau relacionado com estudante

ChinaEconomia

Covid zero para manter em Macau, mas restrições devem ser aliviadas em 2023

ChinaEconomia

Dois casos positivos não elevam risco de infecção em Macau

Assine nossa Newsletter