Estratégia ‘zero casos’ é economicamente mais “racional” - Plataforma Media

Estratégia ‘zero casos’ é economicamente mais “racional”

A estratégia ‘zero casos’ de covid-19 continua a ser economicamente “mais racional” para a China do que coexistir com o coronavírus, asseguraram ontem as autoridades de saúde do país asiático, citadas pela imprensa estatal. A política chinesa é a “forma mais científica de travar a covid-19, à medida que a pandemia continua a alastrar-se pelo mundo, criando novos riscos”, defendeu o vice-director do Centro Nacional de Prevenção e Controlo de Doenças, Chang Jile

A abordagem chinesa consiste em “detectar rapidamente novos surtos e conter a propagação com o menor custo possível”, descreveu Chang. Isto inclui o isolamento de todos os casos positivos e contactos diretos em instalações designadas, o bloqueio de distritos e cidades inteiras e a realização de testes em massa.

A China mantém também as fronteiras praticamente encerradas desde março de 2020, com as ligações áreas reduzidas a menos de 2%, em comparação com 2019. Quem viaja para o país tem que cumprir pelo menos sete dias de quarentena num hotel designado pelas autoridades.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
Brasil

Autoridades de saúde do Brasil aprovam volta do uso de máscaras em aviões e aeroportos

Macau

Covid-19: Vacinas para combater ómicron chegam ainda este mês em Macau

Brasil

Vacinação contra covid-19 no Brasil salvou 63 mil idosos em 2021

China

Chefe do Executivo de Hong Kong testa positivo para covid

Assine nossa Newsletter