Caso Homeniuk. Supremo rejeita recurso de inspetores do SEF e mantém penas de prisão - Plataforma Media

Caso Homeniuk. Supremo rejeita recurso de inspetores do SEF e mantém penas de prisão

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou o recurso apresentado pelos três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), condenados a nove anos de prisão pelo homicídio do cidadão ucraniano, Ihor Homeniuk, em março de 2020.

De acordo com a informação inicialmente avançada pelo Expresso e publicada no portal Citius, entretanto confirmada também à Lusa por fonte judicial, foi “negado provimento” ao recurso dos inspetores Bruno Sousa, Duarte Laja e Luís Silva, pelo que o acórdão proferido pela juíza conselheira Teresa Féria veio validar as anteriores penas aplicadas pelo Tribunal da Relação de Lisboa.

A decisão da Relação, proferida em 7 de dezembro de 2021, aumentou a pena de prisão aplicada ao inspetor Bruno Sousa de sete para nove anos e manteve a pena dos inspetores Duarte Laja e Luís Silva, que já tinham sido condenados a nove anos em primeira instância.

Leia mais em TSF

Related posts
Portugal

Diretor do SEF reconhece que havia armas não registadas

ChinaEconomia

Vistos 'gold': Investimento chinês recua 28% em 2020 para 158,8 ME

PortugalSociedade

Declarações sobre reestruturação do SEF foram um "erro" e um "descuido bondoso"

PortugalSociedade

SEF já pagou indemnização à viúva de Ihor

Assine nossa Newsletter