Cimeira Estados Unidos-África avaliada no Palácio Presidencial - Plataforma Media

Cimeira Estados Unidos-África avaliada no Palácio Presidencial

O Presidente da República avaliou, ontem, em Luanda, com o embaixador dos Estados Unidos da América (EUA), em Angola, pormenores relativos à realização da cimeira EUA-África, a decorrer em Washington, de 13 a 15 de Dezembro deste ano

A cimeira anunciada, recentemente, pelo Presidente norte-americano, Joe Biden, visa colocar a mesma mesa líderes africanos e norte-americanos, para a discussão de questões de interesse comum, com vista ao fortalecimento das relações entre os dois continentes.

Em declarações à imprensa, no final da audiência, que decorreu no Palácio Presidencial da Cidade Alta, o diplomata norte-americano, Tulinabo Mushingi, disse que a solicitação para designação do “ponto focal” angolano para coordenar os detalhes da realização da cimeira com o Governo do seu país foi “prontamente” acolhida pelo Presidente João Lourenço.

“Vamos continuar a discutir todos os  detalhes da cimeira com o ponto focal indicado pelo Presidente João Lourenço”, referiu Tulinabo Mushingi, para quem o evento não será apenas aquilo que os Estados Unidos querem debater, mas o que os africanos desejam discutir, sobretudo a forma para continuar a avançar com as parcerias, rumo ao progresso de ambos os lados.

O embaixador norte-americano elogiou o apoio e empenho do Presidente da República, com vista a resolução da instabilidade na região dos Grandes Lagos, com destaque para o conflito armado entre o Rwanda e a  República Democrática do Congo (RDC).

“Angola está a investir bastante esforço para ajudar a resolver o conflito na Região dos Grandes Lagos. Por isso, estamos felizes”, exteriorizou   Tulinabo Mushingi.

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
Mundo

EUA realizam operações contra líderes do Estado Islâmico na Síria

MundoPolítica

Presidente dos EUA avisa que ameaça nuclear russa coloca mundo em risco de "apocalipse"

Política

Trump pede ao Supremo Tribunal que se pronuncie sobre documentos apreendidos

MundoPolítica

Coreia do Sul e EUA disparam mísseis no Mar do Japão após teste norte-coreano

Assine nossa Newsletter