Portugal goleia Suíça (4-0) na Liga das Nações com dois gols de Cristiano Ronaldo - Plataforma Media

Portugal goleia Suíça (4-0) na Liga das Nações com dois gols de Cristiano Ronaldo

Portugal goleou a Suíça, por 4 a 0, em Lisboa, neste domingo, pela segunda rodada da Liga das Nações, num jogo em que Cristiano Ronaldo brilhou, marcando dois gols. 

O jogo começou com um gol logo aos 6 minutos de Haris Seferovic, mas o lance foi anulado pelo VAR devido a um toque de mão na bola. Após esse susto dado pelos suíços, Portugal partiu para o ataque e marcou por meio de William Carvalho (15), Cristiano Ronaldo (35 e 39) e João Cancelo (68). 

Ronaldo chegou a marcar um terceiro que resultaria em um hat-trick, mas acabou sendo anulado pelo VAR por impedimento na jogada anterior ao gol. 

“O capitão é o melhor do mundo. Chega. Quando se diz que é o melhor do mundo quantas palavras mais são precisas? Já disse isto não sei quantas vezes”, vibrou o técnico português Fernando Santos na coletiva de imprensa após o jogo.

O volante Rubén Neves elogiou a equipe. “Marcamos muitos gols, criamos muitas oportunidades e jogamos um bom futebol. Há coisas a melhorar e vamos focar nisso, mas acho que foi uma excelente exibição”, disse o jogador à RTP.

Este resultado, somado ao empate entre República Tcheca e Espanha (2-2), permite à seleção portuguesa assumir a liderança, com os mesmos pontos que os tchecos (4), mas melhor saldo de gols. 

Os suíços, por sua vez, após sofrerem duas derrotas nos dois primeiros jogos, ocupam a última posição da chave. 

Na próxima rodada, que será disputada na quinta-feira, Portugal recebe a República Tcheca num jogo em que a liderança do grupo estará em jogo, enquanto a Suíça vai tentar sair da lanterna jogando em casa com a Espanha.

Related posts
Desporto

CEO do Dortmund: "Não existe qualquer contacto com Cristiano Ronaldo"

Desporto

Alemães adiantam "última hipótese" de Ronaldo jogar a Champions

Desporto

"Continuem que um dia irão acertar em alguma notícia"

DesportoPortugal

Cristiano Ronaldo pediu ao Manchester United para rescindir

Assine nossa Newsletter