Subsídio de desemprego alargado a vítimas de violência doméstica em Portugal - Plataforma Media

Subsídio de desemprego alargado a vítimas de violência doméstica em Portugal

O plenário da Assembleia da República confirmou esta quarta-feira a aprovação da proposta do Livre de alteração ao Orçamento do Estado de 2022 para alargar o subsídio de desemprego às vítimas de violência doméstica.

A proposta tinha sido avocada pelo Livre para plenário, depois de, esta madrugada, a sua admissão ter gerado hora e meia de discussão sobre um artigo que não constava da iniciativa inicial, mas que acabou por ser aceite pela Comissão de Orçamento e Finanças.

A proposta que prevê o alargamento do subsídio de desemprego às vítimas de violência doméstica a quem seja atribuído o estatuto de vítima foi aprovada apenas com os votos contra do Chega, abstenções de PSD e PCP e votos favoráveis de todas as restantes bancadas.

Foi ainda aprovada a proposta do Livre para a criação de majorações no âmbito do programa «Emprego Interior +» para quem acompanhe, por razões profissionais, cônjuges ou unidos de facto que tenham celebrado contrato de trabalho em territórios de baixa densidade.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
Opinião

Violência doméstica durante a pandemia

PortugalSociedade

Vizinhos surpreendidos com parto de bebé encontrado no caixote do lixo

PortugalSociedade

Violência doméstica em Portugal já tirou a vida a 13 mulheres este ano

LifestylePortugal

PGR abre inquérito a Bruno de Carvalho após queixa por violência doméstica

Assine nossa Newsletter