China continental promove estágios na Grande Baía - Plataforma Media

China continental promove estágios na Grande Baía

O programa de estágio para os jovens de Macau, que incluiu estágios em Hengqin para estudantes universitários, recebeu candidaturas entre 4 e 18 de maio. Por sua vez, a província de Guangdong lançou também medidas de apoio à juventude de Hong Kong e Macau na procura de emprego e criação de negócios na Grande Baía, com um número específico de políticas de auxílio

De acordo com a sua apresentação, o Programa de Estágio para os Jovens de Macau irá focar-se em diferentes indústrias e profissões para dar resposta às necessidades de estágio. O programa é direcionado a estudantes universitários (incluindo estudantes de licenciatura, mestrado e outras pós-graduações) entre os 18 e 45 anos, assim como jovens com experiência de trabalho nas indústrias relacionadas. Os participantes irão receber alimentação, alojamento e terão cobertura de seguro, além de serem remunerados conforme as taxas salariais locais.

Inserido neste programa, estará o Estágio na Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin, que irá disponibilizar 50 vagas para estágios na área da administração política, promoção de investimento e serviços empresariais. O período de estágio durará dois meses, desde 1 de julho até 31 de agosto.

Leia também: Jovens sem oportunidades

Por outro lado, no Estágio de Verão para Estudantes Universitários de Macau, várias empresas de finanças modernas, inteligência artificial e tecnologia da informação em Zhuhai e em Hengqin irão viabilizar entre 80 e 100 posições. Este estágio irá durar entre 1 e 31 de julho.

As entidades de Hengqin planeiam ainda lançar o programa especial de estágio em finanças modernas e em e-sports (jogos eletrónicos). Haverá também vagas para estagiar em Xangai, Guangzhou, Zhuhai e Hengqin, focadas, em inteligência artificial, tecnologia da informação, administração pública, além das duas indústrias já referidas.

As entidades responsáveis irão anunciar o período de candidatura destes programas em tempo útil, tendo em consideração o desenvolvimento da pandemia.

Futuramente, de acordo com o desenvolvimento do primeiro programa de estágios e as necessidades da juventude de Macau, este sistema será otimizado e ajustado para incluir estágios especiais na área do turismo, exposições e comércio.

Subsídios e orientação

A província de Guangdong encetou também medidas de apoio à juventude, de Hong Kong e Macau, com interesse em trabalhar e criar negócios na Área da Grande Baía (GBA). Estas regras entraram em vigor a 1 de maio e terão um período de cinco anos.

Neste documento, salienta-se o programa de orientação profissional na GBA, que irá apoiar o recrutamento de residentes de Hong Kong e Macau com experiência laboral e quotidiana no Continente. Estes residentes irão depois orientar jovens destas duas regiões que queiram criar o seu próprio negócio numa das nove cidades da Grande Baía.

As regras também incluem vários requisitos para a contratação e aquisição de serviços nas duas regiões administrativas especiais, com normas detalhadas sobre certificações, modo de implementação, conteúdos dos seus serviços, exigências dos subsídios, mecanismos de avaliação destas instituições e foco na proporção destes residentes.

O documento salienta ainda “a importância da criação de um sentimento de ‘familiaridade’ e pertença entre a juventude de Hong Kong e Macau”.

Leia também: Diferenças entre Hong Kong e Macau na educação nacional

Tanto para o emprego como para o empreendedorismo, estas medidas estipulam que os apoios disponíveis para a juventude de Hong Kong e Macau na GBA incluam subsídios de segurança social para emprego flexível, de desemprego base, de subsistência (segundo o Plano de Emprego para a Juventude da Área da Grande Baía), de desenvolvimento da aptidão profissional e subsídios sobre o imposto de rendimento pessoal.

Por exemplo, residentes licenciados com o passaporte de Hong Kong ou Macau que se tenham formado dentro dos últimos dois anos poderão candidatar-se a um subsídio de desemprego base no valor de três mil yuan. Para a área do empreendedorismo, as regras estabelecem que jovens das duas regiões adminitrativas especiais poderão usufruir de benefícios como um subsídio para a criação de negócio, subsídio de renda e incubação empresarial.

Por exemplo, jovens empreendedores destas duas regiões poderão candidatar-se a um financiamento de 10 mil yuan.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

MNE compromete-se em dar resposta aos baixos salários em vários consulados

PolíticaPortugal

Mudanças às leis laborais avançam em Portugal sem subida no valor das horas extra

MacauSociedade

Jovens sem oportunidades

SociedadeTimor-Leste

Reforço do programa de trabalho na Austrália "uma vitória"

Assine nossa Newsletter