Biden deixa recado a Putin. A entrada de "novos membros na NATO não é ameaça para nenhuma nação" - Plataforma Media

Biden deixa recado a Putin. A entrada de “novos membros na NATO não é ameaça para nenhuma nação”

A adesão da Finlândia e da Suécia à NATO tem o “total apoio dos EUA”, reforçou o presidente norte-americano. “É uma vitória para a democracia”, considerou

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, manifestou esta quinta-feira o seu “forte apoio” aos pedidos de adesão à NATO da Finlândia e da Suécia, assegurando que estes países “cumprem todos os requisitos para entrar, e mais alguns” na Aliança.

Biden também anunciou que iniciará ainda hoje o processo para que o Congresso dos EUA ratifique “rapidamente” os pedidos de entrada desses países nórdicos na Aliança Atlântica, requisito necessário para concluir o processo de adesão.

Depois de reunir na Casa Branca com o seu homólogo finlandês, Sauli Niinisto, e com a primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson, o presidente norte-americano garantiu que os seus pedidos contam com o “total apoio dos Estados Unidos”.

“Esta é uma vitória para a democracia”, disse Biden, referindo-se ao processo interno seguido por aqueles países na decisão de se aproximar da NATO, como resultado da invasão russa da Ucrânia.

“A Finlândia e a Suécia vão fortalecer a NATO”, acrescentou Biden, que assegurou que a organização é “relevante, eficaz e mais necessária agora do que nunca”, perante a “agressão” da Rússia.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter