Morreu o jornalista Fernando Sobral - Plataforma Media

Morreu o jornalista Fernando Sobral

Morreu o jornalista e escritor Fernando Sobral, vítima de doença prolongada, noticou o Jornal Económico, de que era colaborador

Fernando Sobral esteve ao longo da sua vida pessoal, e profissional, ligado a Macau. Foi colaborador do jornal “Ponto Final” e, também do “Hoje Macau”, lugar onde, ao longo de 2019, foi publicando, em fasciculos, o romance “A Grande Dama do Chá”, cuja trama de espionagem aqui se passa durante a II Guerra Mundial. Alusivos a Macau são ainda “O Segredo do Hidroavião” ou “O Navio do Ópio”. Fernando Sobreal foi também um dos convidados do Festival Lietrário Rota das Letras.

Nascido no Barreiro, em 1960, Fernando Sobral iniciou a sua carreira na imprensa, na década de 1980, quando era ainda aluno da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, destacando-se desde logo em publicações como o antigo suplemento DN/Jovem, do Diário de Notícias.

Ao longo de quase 40 anos, o seu nome esteve associado a jornais como Semanário, O Independente, Diário Económico, Se7e e Jornal de Negócios, onde foi grande repórter e autor da coluna “O Pulo do Gato”, sobre atualidade política, e da página temática “Oriente”, sobre a Ásia e o Médio Oriente.

Em 1986, Fernando Sobral foi um dos nomes fundadores da Rádio Universidade Tejo, da Academia de Lisboa, trabalhando mais tarde na antiga Correio da Manhã Rádio, privilegiando sempre a abordagem de temas de arte e cultura e, em particular, a divulgação de novas tendências musicais.

Leia mais em TDM

Artigos relacionados
MundoSociedade

Jornalista russo leiloa medalha do Nobel em benefício de crianças ucranianas

CulturaPortugal

Morreu a atriz Eunice Muñoz

LifestylePolítica

Morreu a ex-secretária de Estado dos EUA Madeleine Albright

MacauPolítica

Jornalismo em Português e Inglês "cada vez mais relevantes"

Assine nossa Newsletter