Oito anos e a contar... - Plataforma Media

Oito anos e a contar…

Guilherme Rego

O PLATAFORMA celebra o seu oitavo aniversário este mês, coincidindo com o meu primeiro ano à frente do projeto. Embora as dificuldades apresentadas pela pandemia, o nosso intuito é adaptar e crescer, tal como temos feito.

De um jornal bilingue passámos a ter uma plataforma digital disponível em três línguas, e fomos desenvolvendo marcas como o Azul, Grande Baía e Sabores. No mar da pandemia temos navegado, muitas vezes sem ver o horizonte, como muitos outros órgãos de comunicação social. As mudanças têm sido velozes, e exigem reações igualmente rápidas.

Testemunho, com imensa pena, que nem todos os media conseguiram resistir às dificuldades. A nossa profissão é extremamente importante para munir a população com informações e ferramentas necessárias para identificar oportunidades, e também perigos. Enfraquecendo a qualidade e diversidade de informação, o universo das fake news representa uma ameaça preocupante. Sem dúvida que o período em que nos encontramos, aliado à pressão de converter os nossos serviços para o digital, constitui um desafio hercúleo, mas também nos motiva a encontrar soluções e responder às necessidades do tempo.

Leia também: Macau e a língua portuguesa

Sem esquecer esse percurso, exigido por quem nos acompanha, é importante manter as nossas apostas, convicções e ética profissional. O projeto sempre ser viu como uma autêntica plataforma entre mundos, e encurta as distâncias e as culturas.

Prova viva desse sucesso é a nossa audiência, multilingue, multicultural, e espalhado pelo mundo. Por essa razão temos continuado a aumentar a nossa rede de parceiros e colaboradores, espalhados pelas geografias que cobrimos. Queremos divulgar um universo rico, diversificado, com vários pontos de vista e culturas.

O objetivo permanece o mesmo: ligar o mundo lusófono ao chinês, sendo Macau o ponto de partida.

*Diretor-Executivo do PLATAFORMA

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
Editorial

Estratégia da autonomia

Editorial

Ponte discriminatória

Editorial

Isolem os peixes

Editorial

Macau assim não

Assine nossa Newsletter