Tribunal rejeita ação de Trump para voltar ao Twitter - Plataforma Media

Tribunal rejeita ação de Trump para voltar ao Twitter

Uma ação movida pelo ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump que buscava reativar sua conta banida no Twitter foi rejeitada nesta sexta-feira por um tribunal da Califórnia.

Trump e os co-autores acusam o Twitter de censura e de violar seu direito à liberdade de expressão, garantido pela Constituição dos Estados Unidos. Mas “os demandantes não estão em posição de força”, porque “o Twitter é uma empresa privada” e “a Primeira Emenda só se aplica a restrições de discurso impostas pelo governo”, explicou o juiz da Califórnia James Donato.

Trump foi banido das grandes redes sociais (Twitter, Facebook e YouTube) após o ataque ao Capitólio realizado por seus apoiadores em 6 de janeiro de 2021, que ele é acusado de ter incentivado. As plataformas justificaram sua decisão pelo risco de novas incitações à violência.

Artigos relacionados
MundoPolítica

Comité do Congresso dos EUA analisa pressões de Trump para reverter eleições

Política

EUA: Invasão ao Capitólio foi "um dos maiores movimentos da história"

MundoPolítica

Comissão que investiga assalto ao Capitólio culpa Trump por “tentativa de golpe”

Twitter partilha dados com Musk para dar sequência a acordo de compra

Assine nossa Newsletter