Bolívia: ler pode valer redução da pena de prisão - Plataforma Media

Bolívia: ler pode valer redução da pena de prisão

O tempo das penas de prisão na Bolívia podem ser reduzidas ao ler livros. O programa estatal “Livros Atrás das Grades” oferece aos prisioneiros uma oportunidade de sair com algumas semanas de avanço em relação à data originalmente sentenciada.

A iniciativa foi lançada em 47 prisões que não têm recursos para pagar a educação, reintegração ou assistência social para os reclusos bolivianos. A inspiração surgiu de um programa semelhante que acontece no Brasil, para aumentar a literacia e combater um sistema judicial lento.

Na Bolívia não existe prisão perpétua ou pena de morte, mas uma sentença de prisão preventiva pode demorar alguns anos a ser resolvida.

Até ao momento, cerca de 865 reclusos já melhoraram as capacidades de leitura e de escrita. Uma delas é Jaqueline que, em entrevista à Reuters, disse ser “muito difícil para nós, que não temos fontes de rendimento, nem família lá fora”, referindo que “há pessoas aqui, por exemplo, que só agora estão a aprender a ler e a escrever.”

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
PolíticaSociedade

Julian Assange casa na prisão em Inglaterra

AngolaSociedade

Prisões em Angola apostam no reforço da produção agrícola

Hong KongPolítica

Mais dez meses de prisão para promotora da vigília de Tiananmen

Hong KongSociedade

Portal Stand News de Hong Kong anuncia fecho das operações

Assine nossa Newsletter