Xi apela ao compromisso para travar a crise provocada pela guerra

Xi apela ao compromisso para travar a crise provocada pela guerra

A 23.ª cimeira entre a China e líderes da União Europeia decorreu na sexta-feira e teve a guerra na Ucrânia como tema central. Xi Jinping apelou à sólida união com a União Europeia para “prevenir o alastramento da crise”. Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, alertou que uma ajuda à Rússia por parte da China poderá prolongar o conflito

Líderes da União Europeia (UE) e a China reuniram na sexta-feira numa cimeira que teve como tema principal o conflito que decorre na Ucrânia. Segundo a agência estatal chinesa Xinhua, Xi Jinping, Presidente chinês, disse que as origens da situação na Ucrânia prendem-se com as tensões em matéria de segurança regional que têm aumentado ao longo dos anos.

O Presidente chinês frisou que a China e a UE necessitam de se comprometer para manter “a situação sob controlo”, a fim de “prevenir o alastramento da crise”. Acima de tudo, o governante defendeu ser fundamental “manter o sistema, as regras e a estabilidade da economia mundial, com o objectivo de fomentar a confiança do público”.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
Desporto

Embaixador da Ucrânia na Turquia condena cânticos dos adeptos do Fenerbhaçe

Política

Canal russo em exílio tenta 'combater a propaganda' do Kremlin

MundoPolítica

Cabe à Rússia “honrar a sua palavra” no acordo para exportações de cereais

Política

Rússia deixará Estação Espacial Internacional depois de 2024

Assine nossa Newsletter