Bolsonaro deve afastar Milton Ribeiro do Ministério - Plataforma Media

Bolsonaro deve afastar Milton Ribeiro do Ministério

O ministro Milton Ribeiro (Educação) deve ser afastado do cargo para tentar reduzir o desgaste do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL). Ribeiro se tornou alvo de grande pressão após a revelação de indícios de um esquema informal de obtenção de verbas envolvendo dois pastores sem cargo público.

Prefeitos apontam que uma espécie de balcão de negócios no MEC seria operado pelos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, ligados a Bolsonaro, e priorizava a liberação de valores para gestores próximos a eles e a prefeituras indicadas pelo centrão, bloco político de sustentação ao governo.

Interlocutores relataram à Folha que o ainda ministro discutiu sobre a sua saída do cargo com Bolsonaro. A ideia, segundo aliados, é que o titular do ministério argumente publicamente que vai se licenciar do posto para se concentrar em sua defesa.

Apesar desse argumento, interlocutores destacam que não há justificativa para que o ministro apresente uma licença e que, portanto, deverá ser exonerado. Com a saída de Ribeiro, o MEC deve ficar sob o comando do secretário-executivo, Victor Godoy Veiga. Mas aliados do centrão já cobiçam o cargo.

Na última quinta-feira (24), Bolsonaro disse que ‘bota a cara no fogo‘ por Ribeiro, que é evangélico e pastor, mas diante das recentes revelações perdeu o apoio até mesmo de integrantes da bancada evangélica no Congresso.

A situação do ministro se agravou na segunda-feira da semana passada, após a revelação pela Folha de áudio em que Milton Ribeiro afirma que o governo prioriza prefeituras cujos pedidos de liberação de verba foram negociados pelos pastores Gilmar e Arilton.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Related posts
AngolaSociedade

“Caçadores de óbito”, os truques para matar a fome em Luanda à custa dos funerais

BrasilPolítica

Campanha de Bolsonaro busca virar voto de 'arrependidos'

BrasilPolítica

Hotel de pastores tem relato sobre barra de ouro e encontros

BrasilPolítica

Bolsonaro resiste a demitir Milton Ribeiro

BrasilPolítica

PF abre inquérito para investigar atuação de pastores

Assine nossa Newsletter