Xangai pede aos moradores que não entrem em pânico

Xangai pede aos moradores que não entrem em pânico

Xangai pediu ontem calma aos moradores, face ao crescente “pânico” causado pelo aumento de casos de covid-19, que levou à conversão de estádios em centros de quarentena. Vários distritos da cidade já foram confinados, mas muitos moradores temem uma quarentena generalizada e começaram a armazenar alimentos

A China está a atravessar o seu surto de covid-19 mais grave desde o surto inicial na cidade de Wuhan, no primeiro trimestre de 2020. Nas últimas 24 horas, a altamente contagiosa variante Ómicron causou mais de 5.000 novos casos no país.

Trata-se de um número pequeno, comparado com outras partes do mundo, mas considerável para a China, que segue oficialmente uma estratégia de tolerância zero à covid-19. Xangai foi responsável por um quinto do total dos novos casos, quase todos assintomáticos.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
ChinaSociedade

Cidades na China fazem testes de covid-19 a peixes, caranguejos e camarões

ChinaSociedade

'Runxue' ou "planear a fuga" é o novo termo em voga entre a classe média chinesa

ChinaSociedade

Autoridades chinesas pedem desculpa por entrarem à força em casas à procura de infetados

ChinaEconomia

Crescimento da China de 0,4% no 2º trimestre devido a confinamentos

Assine nossa Newsletter