Governo gasta mais de 400 milhões em subsídios para hóteis e aviões

Governo gasta mais de 400 milhões em subsídios para hóteis e aviões

O programa “Sentir Macau‧Desfrutar de Ofertas”, através do qual o Governo de Macau subsidia o alojamento em hotéis e bilhetes de avião para turistas do Interior da China, vai custar aos cofres da RAEM 410 milhões de patacas, atribuídos pela Fundação Macau, adiantou a Direcção dos Serviços de Turismo

Governo distribui subsídios para hóteis e aviões. A DST considera que os primeiros resultados do programa são para já “positivos”, no entanto, as taxas de ocupação hoteleira estão longe dos valores já registados este ano.

O programa de subsídios para estadias em hotel e bilhetes de avião para turistas da China foi lançado a 23 de Fevereiro. Na semana entre 1 e 10 de Março, a taxa média de ocupação hoteleira de Macau foi de 35,1%, muito abaixo dos valores de Fevereiro, durante os feriados do Ano Novo Chinês, e até dos valores registados em Janeiro, quando a taxa de ocupação média dos quartos de hóspedes foi de 44%.

Leia também: Autoridades imploram por mais visitantes para relançar economia

Os Serviços de Turismo dizem ainda assim que os “resultados preliminares do programa de ofertas especiais são para já positivos”, reconhecendo no entanto que os recentes desenvolvimentos da situação epidémica em diferentes partes da China estão “a afectar o número de visitantes e a ocupação hoteleira”.

Desde o lançamento do programa a 23 de Fevereiro até 8 de Março, a promoção já contabilizou mais de 48.500 noites de estadias em hotéis, envolvendo mais de 42.000 hóspedes.

Leia mais em TDM

Related posts
EconomiaPortugal

Autarquias portuguesas encaixaram 19 milhões com taxa turística

EconomiaMacau

Novas restrições preocupam hotéis, restaurantes e setor das convenções

Hong KongLifestyle

Famoso restaurante flutuante de HK afunda no Mar da China Meridional

Cabo VerdeEconomia

Cabo Verde soma recordes no turismo

Assine nossa Newsletter