Comércio sino-brasileiro deve explorar novas áreas - Plataforma Media

Comércio sino-brasileiro deve explorar novas áreas

China Brasil

Tulio Cariello, diretor de Conteúdo e Pesquisa do Conselho Empresarial Brasil-China, sublinhou à Xinhua Silk Road que o país sul-americano deve explorar novas áreas para continuar a desenvolver o comércio com a China. 

Dados oficiais preliminares revelam que as trocas comerciais entre os dois países atingiram um valor de mais de 130 mil milhões de dólares americanos (um novo recorde em 2021), segundo o portal noticioso estatal chinês. 

Leia também: Representante brasileiro vê parceria ganha-ganha com a China

O mesmo responsável defendeu que a recente introdução de novos procedimentos alfandegários simplificados irá permitir uma redução de tempo e custo no envio de produtos da China para o Brasil e vice-versa, algo visto como positivo para o comércio bilateral. 

A China e o Brasil devem expandir a cooperação económica e comercial, concentrando-se no desenvolvimento sustentável, inovação tecnológica e promoção da economia digital, acrescentou Tulio Cariello. 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
ChinaPortugal

China cria centro de negócios que aposta em parceria estratégica com Portugal

AngolaCabo Verde

Fórum de Macau: “Uma nova página na História”

AngolaChina

Angola e Moçambique participam na construção de escola da China em África

AngolaChina

Angola quer reduzir dívida à China

Assine nossa Newsletter