Pandemia afasta chineses das viagens internacionais a curto prazo

Pandemia afasta chineses das viagens internacionais a curto prazo

Um estudo da consultora Mckinsey & Company revela que os turistas chineses continuam a manter o interesse em viajar para o estrangeiro, apesar de não estarem a planear visitas a curto prazo. Mais de 80 por cento dos turistas pretende visitar destinos com menos casos de covid-19. As restrições que vigoram em Macau são um dos exemplos apontados como tendo um imediato impacto nas viagens

Os turistas chineses continuam a ter vontade de sair do país e viajar pelo mundo, mas em tempos de pandemia a precaução continua a ser palavra de ordem. As viagens domésticas são agora uma opção mais comum. Em termos gerais, é expectável uma tendência de “períodos emergentes de suspensão na procura de viagens, seguidos de uma rápida recuperação”.

Estas são algumas das conclusões do mais recente estudo da consultora Mckinsey&Company, intitulado “Outlook for China Tourism in 2022: Trends to watch in uncertain times” (Panorama para o turismo na China em 2022: Tendências a observar em tempos de incerteza)”. Este trabalho é o resultado de cinco rondas de inquéritos realizados nos meses de Abril, Maio e Agosto de 2020, bem como Janeiro e Outubro do ano passado.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
EconomiaPortugal

Autarquias portuguesas encaixaram 19 milhões com taxa turística

EconomiaMacau

Novas restrições preocupam hotéis, restaurantes e setor das convenções

Hong KongLifestyle

Famoso restaurante flutuante de HK afunda no Mar da China Meridional

MacauSociedade

Mekong Club diz que restrições deixam não residentes mais vulneráveis

Assine nossa Newsletter