Caso em Tanzhou obriga a oito mil testes e aulas online em Macau

Caso em Tanzhou obriga a oito mil testes e aulas online em Macau

Cerca de oito mil pessoas que moram e trabalham junto às Portas do Cerco terão de fazer testes de despistagem à Covid-19 na sequência de um caso positivo detetado em Zhongshan, ao lado de Zhuhai. As aulas presenciais foram suspensas em 46 escolas e instituições do ensino superior com docentes, alunos e funcionários que tenham passado na zona

Um novo caso positivo de covid-19 registado no domingo na vila de Tanzhou, na cidade de Zhongshan, ao lado de Zhuhai, vai obrigar à realização de nova uma ronda de testes para quem vive e trabalha na zona das Portas do Cerco. Os testes começaram ontem às 17h e terminam hoje às 12h, e cerca de oito mil pessoas, incluindo moradores do edifício Kong Nam (blocos 1, 2 e 3), edifício Arco-Íris (blocos 1 e 2), edifícios San Nam, Ling Nan, Wa On, Wa Hong, Wa Keong, Wa Fu e Jardim do Mar do Sul (blocos 1 e 2). Quem trabalha junto às Portas do Cerco também tem de submeter-se ao teste de ácido nucleico.

Segundo adiantou Leong Iek Hou, coordenadora do Centro de coordenação e de contingência do novo tipo de coronavírus, haverá dois modelos de teste. O teste gratuito pode realizar-se no primeiro andar do Campo dos Operários, mas serve apenas para rastreio e não para passar a fronteira.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
MacauSociedade

Turismo: Autoridades de Macau cautelosas com Semana Dourada

MacauSociedade

Covid-19: Macau relaxa requerimentos a quem voa para o estrangeiro

MacauSociedade

Lisboeta é hotel de observação médica, a partir de amanhã

MacauPolítica

Diplomatas dispensados de autorização prévia para entrar em Macau

Assine nossa Newsletter