Nova Zelândia planeia abrir fronteiras a estrangeiros em outubro

Nova Zelândia planeia abrir fronteiras a estrangeiros em outubro

A Nova Zelândia planeia reabrir totalmente as suas fronteiras a partir de outubro deste ano, de acordo com um plano anunciado esta quinta-feira pela primeira-ministra, Jacinta Ardern, para aliviar cautelosamente as restrições de entrada impostas pela pandemia

“Famílias e amigos precisam se reencontrar, nossos negócios precisam de talento para crescer, exportadores precisam viajar para estabelecer novas conexões”, declarou Ardern ao apresentar seu plano de reabertura em cinco fases.

De acordo com este programa, os neozelandeses na Austrália poderão retornar a partir de 27 de fevereiro sem quarentena em um hotel, mas tendo que se isolar em casa por 10 dias. Duas semanas depois, todos os seus cidadãos no exterior poderão entrar no país.

A quarentena será progressivamente levantada para imigrantes qualificados, estudantes internacionais, australianos e, finalmente, em outubro, para todos os estrangeiros vacinados.

Até agora, a Nova Zelândia permitia entradas aos poucos, com apenas 800 leitos disponíveis por mês para quarentenas obrigatórias em hotéis, e que geralmente estão em alta demanda.

Nesta período de pandemia, surgiram muitas histórias de neozelandeses expatriados que não puderam retornar para funerais de parentes ou dar à luz em seu país.

Related posts
MacauSociedade

Definidas regras para três dias de quarentena domiciliária com código a vermelho

LifestylePortugal

Crise económica agrava acesso a tratamentos de fertilidade

ChinaGuiné-Bissau

Missões médicas chinesas chegam a Moçambique e Guiné-Bissau

MundoSociedade

Mudanças climáticas ameaçam 1 bilhão de crianças, alerta ONG

Assine nossa Newsletter