Steve Vickers alerta para “risco político” devido à segurança nacional

Steve Vickers alerta para “risco político” devido à segurança nacional

O consultor e analista de jogo Steve Vickers considera que os investidores estrangeiros devem ter em conta os “riscos políticos”, uma vez que a segurança nacional será um factor a ter em conta pelas autoridades para a atribuição de licenças de jogo

Há um risco político devido à segurança nacional nas futuras licenças. Apresentada a nova proposta de lei do jogo na Assembleia Legislativa (AL), o analista de jogo e consultor Steve Vickers emitiu esta quarta-feira um comunicado onde comenta as principais alterações trazidas com o diploma. A mais premente, para o responsável, é o facto de o Chefe do Executivo poder anular uma concessão de jogo caso exista uma ameaça à segurança nacional.

Leia também: Steve Vickers prevê maior controlo do fluxo de capitais no Jogo

“O maior risco que as operadoras de jogo enfrentam não é do ponto de vista regulatório, mas sim político. As autoridades de Macau e da China, quando avaliarem a renovação das licenças, vão ter claramente como critério a segurança nacional. Por exemplo, o fluxo de capital pode ser considerado, especialmente quando estiver ligado às operadoras norte-americanas que procuram repatriar os seus dividendos.”

Leia mais em Hoje Macau

Artigos relacionados
ChinaMacau

China está a negar vistos para Macau a jogadores frequentes

MacauPolítica

Jogo: Governo recua na proposta para acabar com casinos-satélite

ChinaEconomia

Pandemia e lei do jogo transformam o mercado laboral de Macau

ChinaMacau

FAOM quer mais discussão sobre garantia de empregos

Assine nossa Newsletter