Mário Domingues e "a rebelião negra" - Plataforma Media

Mário Domingues e “a rebelião negra”

Já está nas livrarias “A Afirmação Negra e a Questão Colonial”. Uma seleção de textos escritos há cem anos por Mário Domingues, um jovem jornalista pioneiro da afirmação negra em Portugal e atento ao movimento negro em todo mundo.

A 9 de julho de 1919, Mário Domingues publica nas páginas do jornal A Batalha Colonização. É o primeiro texto de denuncia doa condição dos negros em Portugal. Poucos anos depois, tornou-se também no primeiro autor a defender abertamente a independência das colónias portuguesas em África.

Trazido com 18 meses para Lisboa, era filho de um colono branco e de uma angolana, levada para a ilha do Príncipe como trabalhadora forçada na roça Infante D. Henrique.

Em Portugal, o jovem Mário teve uma educação típica da pequena burguesia. Estudou no liceu francês. Aos 19 anos, começou a escrever primeiro para jornais e não mais parou.

A coragem e o estilo fazem de Mário Domingues um homem à frente do seu tempo, defende José Luís Garcia que selecionou os artigos para esta edição. O investigador assina ainda um ensaio introdutório sobre a vida e obra do autor.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter