Dez milhões de bebés. China regista recorde mínimo de nascimentos -

Dez milhões de bebés. China regista recorde mínimo de nascimentos

A China registou, no ano passado, um recorde mínimo de nascimentos. Em 2021, nasceram 10 milhões de bebés, em comparação com 12 milhões em 2020. É a taxa de natalidade mais baixa desde 1949, altura em que o departamento de estatísticas começou a reunir estes dados.

A população da China tem crescido ao seu ritmo mais lento desde 1960. De acordo com os dados do Gabinete Nacional de Estatística, a taxa de natalidade da segunda maior economia do mundo caiu de 8,52 nascimentos por mil pessoas, em 2020, para 7,52 em 2021. Já a taxa de crescimento natural da população baixou de 1,45 para 0,34 por cada mil pessoas.

A China abandonou a política de filho único em 2016, substituindo-a por um limite de dois filhos para tentar evitar os riscos económicos de uma população que envelhece rapidamente. No ano passado, as autoridades chinesas alargaram ainda mais a política para permitir aos casais ter três filhos. No entanto, devido aos custos de vida mais elevados, as mudanças não conseguiram provocar um boom de bebés.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter