Lançamento do telescópio James Webb volta a ser adiado

Lançamento do telescópio James Webb volta a ser adiado

O lançamento do telescópio espacial James Webb, o mais potente já projetado, voltou a ser adiado nesta terça-feira (21), desta vez devido às condições climáticas em Kourou, na Guiana francesa, de onde deve decolar a bordo de um foguete Ariane 5.

Lançamento do telescópio Webb novamente adiado. O lançamento estava previsto para a sexta-feira, mas agora ocorrerá no sábado, 25 de dezembro, um verdadeiro presente de Natal para astrônomos de todo o mundo, que esperam pelo novo observatório há três décadas.

O lançamento “foi adiado” por causa “das más condições meteorológicas”, confirmou a Nasa em um comunicado.

“Amanhã à tarde será publicado um novo boletim do clima a fim de confirmar a data de 25 de dezembro”, informou a agência espacial americana.

Esta é a terceira vez que o lançamento é adiado devido a problemas menores. A primeira foi por um incidente durante os preparativos do telescópio no fim de novembro e a segunda devido a um problema de comunicação com o sistema em solo.

Pouco antes do anúncio do adiamento, o diretor da Nasa, Bill Nelson, falou na última coletiva de imprensa antes do lançamento.

“É uma missão extraordinária. Um exemplo brilhante do que podemos alcançar quando sonhamos grande”, expressou o cientista.

“Webb vai transformar nossa visão do universo”, acrescentou.

Leia também: Telescópio espacial Hubble foi lançado há 30 anos, mas covid-19 adia festejos

Jóia da engenharia ultracomplexa e apresentada como o sucessor do Hubble, o telescópio foi construído nos Estados Unidos sob direção da Nasa e tem instrumentos das agências espaciais europeia e canadense.

Será posto na órbita do sol, a 1,5 milhão de quilômetros da Terra.

Artigos relacionados
MundoPolítica

Joe Biden reúne-se com líderes do grupo Quad

MundoPolítica

Governo e oposição da Venezuela saem 'em resgate' do diálogo

MundoPolítica

EUA anunciam flexibilização de vistos e remessas familiares para Cuba

Lifestyle

Coleção de arte Macklowe torna-se a mais cara já vendida em leilão

Assine nossa Newsletter