Consul filipino pede a cidadãos que desistam de eventos políticos

Consul filipino pede a cidadãos que desistam de eventos políticos

O Consulado Geral das Filipinas em Macau apelou ontem aos seus cidadãos para que desistam de actividades e encontros de cariz político. A mensagem foi difundida ontem, depois de no domingo o Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) ter “convidado” 16 pessoas para a esquadra, por estarem envolvidas em actividades relacionadas com as presidenciais de 2022 nas Filipinas

“O Consulado gostava de recordar a todos os Filipinos em Macau para desistirem de se envolverem em encontros, reuniões e outras actividades com um cariz político ou partidário, incluindo a utilização de faixas e uniformes”, pode ler-se na mensagem, partilhada ontem à tarde. “Aos Filipinos é recordado, mais uma vez, que devem observar de forma rigorosa as leis e regulamentos do Governo de Macau e respeitar as sensibilidades da comunidade local”, foi acrescentado.

A mensagem do consulado, actualmente liderado por Porfirio Mayo Jr, destaca as declarações dos governantes locais que negam aos não-residentes o direito de reunião e manifestação. “As recentes declarações das autoridades de Macau têm enfatizado que o direito de reunião e manifestação em espaços públicos é dos residentes permanentes de Macau e está sujeito às leis e regulamentos aplicáveis, incluindo a necessidade de obter uma autorização prévia”, é indicado.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
ChinaPolítica

EUA argumenta contra reivindicações marítimas 'ilegais' da China

MundoSociedade

Tufão que atingiu as Filipinas causou pelo menos 146 mortos

MundoPolítica

Presidente das Filipinas retira candidatura às eleições para o Senado

Mundo

Ciclone “Kompasu” deixa nove mortos e 11 desaparecidos nas Filipinas

Assine nossa Newsletter