Clima torna-se tema de 'segurança nacional' em Israel

Clima torna-se tema de ‘segurança nacional’ em Israel

O governo israelita tornou a luta contra as mudanças climáticas uma prioridade de “segurança nacional” e comprometeu-se a “facilitar” investimentos em energias renováveis, nas vésperas da abertura da COP26

“A luta contra as mudanças climáticas é um novo interesse de segurança nacional para Israel”, informou em um comunicado o gabinete do primeiro-ministro, Naftali Bennett.

Em junho passado, o novo gabinete de coalizão fixou a meta de reduzir em 27% as emissões de gases de efeito estufa até 2030 e em 85% até 2050 em relação aos níveis de 2015.

Para isso, o país, que é um dos que menos investem no transporte público entre todos os Estados da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), prevê promover transportes que consumam menos energia.

“Hoje, o governo aprovou muitas decisões para fomentar transportes limpos e de baixo consumo de carbono”, disse Bennett, que tem previsto participar da COP26, de 31 de outubro a 12 de novembro em Glasgow (Escócia).

“Queremos promover a inovação e facilitar [o trabalho] dos empresários no setor das energias verdes”, declarou a ministra de Energia, Karine Elharrar.

O país quer aproveitar o êxito de várias empresas dos setores de cibersegurança, defesa e tecnologias financeiras.

O setor da alta tecnologia emprega pouco mais de 10% da população economicamente ativa de Israel. 

Related posts
MundoSociedade

EUA é maior poluidor com plásticos do mundo

EconomiaTimor-Leste

Fundo Petrolífero timorense deverá cair 40% até final de 2026

BrasilPolítica

MP do Brasil quer retirada de extratores de ouro na Amazónia

Brasil

Brasil usará "força total" para reduzir desflorestação após acusações

Assine nossa Newsletter