Talibãs querem falar na Assembleia Geral da ONU - Plataforma Media

Talibãs querem falar na Assembleia Geral da ONU

O regime talibã que governa o Afeganistão pediu para intervir nas reuniões da 76.ª sessão da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que decorrem desde hoje até segunda-feira, confirmou o porta-voz da ONU.

O pedido consta de uma carta enviada pelo ministro do Exterior talibã, Amir Khan Muttaqi, ao secretário-geral da ONU, António Guterres, que indica ainda a nomeação de um novo representante do Afeganistão, em substituição do atual embaixador, Ghulam Isaczai, escolhido pelo Governo afegão deposto.

Antes da carta do ministro do Exterior, a ONU já tinha recebido uma outra de Ghulam Isaczai, apresentando-se como o líder da delegação do país nas reuniões.

Segundo o porta-voz da ONU, Farhan Haq, as duas cartas foram endereçadas ao comité de credenciais da Assembleia Geral, organismo formado por nove países, entre os quais Estados UnidosChina e Rússia.

Vários países já estabeleceram contactos com o Governo talibã desde que assumiu o poder, principalmente para organizar evacuações e fornecer ajuda humanitária a civis, embora não haja ainda reconhecimento formal da sua autoridade.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter