Há cada vez mais "gamers" considerados casos clínicos - Plataforma Media

Há cada vez mais “gamers” considerados casos clínicos

Os especialistas acreditam que em Portugal haverá vários casos clínicos de adição a jogos como o Fortnite. Mas não estão classificados como tal.

notícia do primeiro caso clínico de adição ao fortnite (registado em Espanha) não surpreendeu os especialistas portugueses. Pedro Hubert, psicólogo e técnico de aconselhamento em adições no Instituto de Apoio ao Jogador, não tem dúvidas de que “existem casos desses em Portugal”, e que mesmo em Espanha “haverá muitos outros casos”.

O jovem em causa esteve dois meses internado num hospital de Castellón, depois de diagnosticada a adição. O isolamento em casa, recusa de interações sociais e pouco interesse pelo meio à sua volta foram alguns dos sintomas apresentados. Um quadro que Pedro Hubert conhece bem, já que “chegam ao Instituto cada vez mais jovens, sobretudo menores, nesse registo. “Já enviei alguns casos para tratamento em comunidade terapêutica, nos casos em que se verifica que o tratamento em ambulatório não está a funcionar“, revela ao DN.

“Tenho a certeza que em Espanha já houve casos cujo problema central do internamento foi esse, assim como em Portugal, mesmo que não esteja tipificado como tal”, afirma o psicólogo.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
Lifestyle

Desenvolvedora do Fortnite processa Google na Austrália

Lifestyle

"Final Fantasy 7 Remake": jogo icônico ganha versão repaginada

Assine nossa Newsletter