Posto de Qingmao alarga horizontes de Macau - Plataforma Media

Posto de Qingmao alarga horizontes de Macau

O chefe do Governo, Ho Iat Seng, classificou o posto fronteiriço de Qingmao, hoje inaugurado, como um dos principais projetos de cooperação entre Guangdong e Macau e um grande acontecimento para a sociedade e a vida da população

Para Ho Iat Seng, a construção e entrada em funcionamento da quinta passagem transfronteiriça terrestre entre Macau e Zhuhai constitui mais um passo que enriquece o princípio “um país, dois sistemas”. O posto de Qingmao alarga os horizontes de Macau.

Assinalou ainda que o novo posto “contribuirá efectivamente para aliviar a pressão fronteiriça” das Portas do Cerco que é, “ desde 2011, o maior posto transfronteiriço terrestre nacional e da Ásia, tendo registado em 2019 um fluxo médio diário de 400 mil pessoas”.

Ho Iat Seng assegurou que Macau vai “promover, em sincera cooperação com a Província de Guangdong, uma circulação eficiente, conveniente e ordenada de recursos entre fronteiras” a favor da construção e desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin.

Presente na inauguração, Ma Xingrui, Governador da Província de Guangdong, destacou o papel que o novo posto fronteiriço poderá vir a desempenhar nas ligações de Macau ao continente.

“O novo posto fronteiriço faz a ligação directa à estação ferroviária intercidades Guangzhou-Xhuhai. Os residentes de Macau podem chegar à estação através do posto de controlo, antes de se dirigirem para diferentes locais do país”, destacou.

Para o responsável, isso vai “facilitar definitivamente a integração de Macau na rede ferroviária interurbana da Grande Baía, e mesmo na rede nacional de alta velocidade”.

Leia mais em TDM

Related posts
MacauPolítica

Educação patriótica tem de ser “bem-ensinada”

ChinaMacau

CE destaca a eficácia de “Um País, Dois Sistemas”

ChinaMacau

Hengqin: Macau e Guangdong ponderam extradição de criminosos

ChinaEconomia

CE afirma que projeto de cooperação Macau-Cantão é inédito

Assine nossa Newsletter