Instabilidade entre a China e a UE - Plataforma Media

Instabilidade entre a China e a UE

Recentemente surgiu mais uma agitação na relação da China com um estado-membro da União Europeia (UE), devido à relação de Taiwan com a Lituânia.  

A Lituânia foi a primeira república a assumir independência da União Soviética. Desde a criação da União Soviética, a região possui laços diplomáticos com a República Popular da China, reconhecendo o seu governo como a única entidade legal a representar o território chinês. Nos últimos dois anos, Taiwan tem vindo a aproximar-se desta nação báltica. Mesmo perante vários conflitos com o governo central chinês, o país tem apoiado as autoridades de Taiwan em várias ocasiões. Atualmente, ambos planeiam a criação de representações oficiais em cada território. A representação do governo de Taiwan na Lituânia terá o nome de “Agência de Representação de Taiwan” na Lituânia, ao contrário de títulos mais comuns, como “Delegação Económica e Comercial de Taipei”. O governo chinês não ficou feliz com esta decisão, tomando imediatamente uma série de contramedidas diplomáticas.  

As relações entre a China e vários estados-membros tem criado uma divisão interna na UE. Existem países que apoiam a China, mas também há os pró-americanos, nomeadamente a Lituânia. Apesar de não serem campos completamente opostos, no que diz respeito às relações com a China – país com estatuto internacional e economia importantes -, possuem interesses nacionais e objetivos suficientemente distintos para não ser possível criar uma política externa unida na UE.  

Para já, a Lituânia não mostra intenções de alterar a sua decisão, e a UE ainda não emitiu qualquer comunicado sobre o assunto. Com esta situação a evoluir, é preciso continuar a desenvolver as relações entre o governo chinês e Taiwan, assim como as relações entre a China e a União Europeia.  

*Diretor-Executivo do PLATAFORMA

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
Editorial

Olhar de outro ângulo para ver um mundo diferente

Editorial

A despedida do outono

Editorial

O contrário do que desejavam

Editorial

Amabilidade durante a pandemia

Assine nossa Newsletter