Procuradoria abre investigação criminal para apurar compra da Covaxin pelo governo Bolsonaro - Plataforma Media

Procuradoria abre investigação criminal para apurar compra da Covaxin pelo governo Bolsonaro

Investigação foi desmembrada e agora há inquérito próprio para apurar possíveis crimes no contrato entre o Ministério da Saúde e a Precisa Medicamentos.

O MPF (Ministério Público Federal) instaurou um procedimento investigatório criminal, conhecido internamente pela sigla PIC, para apurar as suspeitas de crime no contrato para compra da vacina indiana Covaxin assinado entre o Ministério da Saúde e a Precisa Medicamentos, empresa intermediadora da Bharat Biotech.

O procedimento foi aberto pela Procuradoria da República no Distrito Federal na tarde desta quarta-feira (30). O procurador Paulo José Rocha Júnior já determinou as primeiras diligências a serem feitas para o início das investigações.

Também nesta quarta-feira, a Polícia Federal instaurou inquérito para investigar a compra da Covaxin pelo governo Jair Bolsonaro, conforme antecipou a coluna Painel. O caso será conduzido pelo Sinq (Serviço de Inquéritos) da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Related posts
BrasilPolítica

Bolsonaro envia nova iniciativa ao Congresso para impedir eliminação "arbitrária" nas redes sociais

BrasilPolítica

Reprovação de Bolsonaro atinge o pior nível desde início do mandato

BrasilPolítica

Juristas defendem que Bolsonaro deve ser indiciado por crimes na pandemia

BrasilPolítica

Bolsonaro dá por superados conflitos e elogia Parlamento e Supremo do Brasil

Assine nossa Newsletter