Morte de meio milhão de pessoas no Brasil é "genocídio"

Morte de meio milhão de pessoas no Brasil é “genocídio”

O ex-Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva qualificou como genocídio a morte de meio milhão de pessoas no país por covid-19, fasquia superada este sábado

“500 mil mortos por uma doença que já tem vacina, num país que já foi uma referência mundial em vacinação, isto tem um nome e é genocídio”, afirmou Lula da Silva nas redes sociais.

O líder do Partido dos Trabalhadores manifestou a sua solidariedade ao povo brasileiro, perante o silêncio do Presidente Jair Bolsonaro sobre os números. Esta semana, Jair Bolsonaro, negacionista, voltou a afirmar que o contágio é mais eficaz do que a vacinação.

De acordo com o balanço oficial divulgado este sábado, o Brasil totaliza 500.800 mortes por covid-19 desde o início da pandemia, das quais 2.301 foram registadas nas últimas 24 horas.

Antes da publicação das estatísticas oficiais, um consórcio de meios de comunicação social, que efetua uma contabilidade paralela à do Ministério da Saúde brasileiro, tinha mencionado um total de 500.022 mortos.

Leia mais em Jornal de Notícias

Related posts
BrasilPolítica

PT quer reforçar segurança de Lula contra atentados na campanha de 2022

BrasilPolítica

Lula da Silva diz esperar que protestos de rua impulsionem destituição de Bolsonaro

BrasilPolítica

Juiz do Supremo brasileiro proíbe uso de confissões da Odebrecht contra Lula

BrasilPolítica

Juiz do Supremo estende suspeição de Sergio Moro a mais dois processos de Lula da Silva

Assine nossa Newsletter