Covid-19: China nega que investigadores de laboratório em Wuhan tenham adoecido em 2019 - Plataforma Media

Covid-19: China nega que investigadores de laboratório em Wuhan tenham adoecido em 2019

A China negou esta segunda-feira que três investigadores do Instituto de Virologia de Wuhan, a cidade onde foram detetados os primeiros casos de covid-19, tenham adoecido, em novembro de 2019, com sintomas semelhantes aos provocados pelo novo coronavírus.

A informação foi difundida segunda-feira pelo jornal norte-americano The Wall Street Journal, que citou um relatório entregue ao Departamento de Estado norte-americano pelos serviços de informações.

O documento indicou que três investigadores chineses do Instituto de Virologia de Wuhan adoeceram no outono de 2019, semeando dúvidas sobre a origem do vírus.

“Não houve nenhum caso de covid-19 naquele instituto no outono de 2019. A notícia é completamente falsa”, disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Zhao Lijian, em conferência de imprensa.

O relatório foi escrito nos últimos dias da administração de Donald Trump. O documento ressalvou que os sintomas dos investigadores eram também consistentes com doenças sazonais comuns, segundo o The Wall Street Journal.

A China informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) que o primeiro paciente com sintomas semelhantes aos da covid-19 foi detetado em Wuhan em 8 de dezembro de 2019.

No entanto, vários epidemiologistas e virologistas acreditam que o novo coronavírus começou a circular na cidade de Wuhan, no centro da China, em novembro de 2019.

O jornal observou que o Instituto de Virologia de Wuhan não partilhou dados brutos, registos de segurança e laboratoriais sobre o seu extenso trabalho com novos coronavírus detetados em morcegos, que muitos consideram a fonte mais provável do vírus.

O relatório dos serviços de informações dos Estados Unidos considerou mais plausível a teoria de que o vírus terá tido origem natural, a partir do contacto entre animais e seres humanos. No entanto, não excluiu a possibilidade de que a sua disseminação em Wuhan tenha sido resultado de uma fuga acidental do Instituto de Virologia de Wuhan.

A China tem negado repetidamente que o vírus tenha escapado de um dos seus laboratórios.

Related posts
ChinaSociedade

Primeiro caso de covid-19 identificado em Wuhan data de alguns dias depois

ChinaDesporto

Adiada maratona de Wuhan devido a aumento de casos

ChinaSociedade

Covid-19: Autoridades chinesas anunciam fim do rastreio aos 11 milhões de habitantes de Wuhan

ChinaSociedade

Cidade chinesa de Wuhan fará testes em todos seus habitantes após novos casos de covid-19

Assine nossa Newsletter