Grupo Rothschild pretende fazer investimentos em Angola - Plataforma Media

Grupo Rothschild pretende fazer investimentos em Angola

O grupo europeu Rothschild quer abrir escritório em Luanda para, em função disso, ajudar a alavancar o potencial económico do país. O interesse foi manifestado ontem, em Paris, França, pelo presidente do banco com o mesmo nome, Thibaud Foucarde, durante a audiência que lhe foi concedida pelo Presidente João Lourenço.

Ao falar à imprensa, no termo da audiência, o empresário destacou que a ideia de investir em Angola passa por ajudar a criar mais postos de trabalho e proporcionar mais prosperidade ao país. “O Senhor Presidente está bastante feliz em saber que podemos ajudar a alavancar o potencial que o país tem, razão pela qual desejou-nos boas-vindas, esperando que o investimento do grupo possa chegar ao país”, frisou, tendo exaltado as grandes reformas em curso no país, com destaque para a criação de um melhor ambiente de negócio.

Thibaud Foucarde disse que o seu grupo tem experiência em trabalhar em vários países e, agora, quer instalar-se, também, em Angola, com o intuito de ajudar em várias matérias. “Temos escritórios implantados em mais de 40 países. É um trabalho muito sugestivo que se pode fazer no âmbito da cooperação com o vosso país”, realçou.

O grupo tenciona efectuar uma visita ao país nos próximos tempos, a fim de manter contacto com várias autoridades locais, sobretudo com o Ministério das Finanças. Nessa altura, esperam ser recebidos pelo Presidente da República para uma discussão mais pormenorizada sobre as várias matérias relacionadas com o progresso de investimento no país.

O presidente do banco Rothschild revelou que a audiência de ontem serviu, também, para se apresentarem ao Presidente da República, que, como sublinhou, não os conhecia.

Leia mais em Jornal de Angola

Assine nossa Newsletter