Afeta o cérebro e é altamente mortal. Fungo raro atinge doentes com covid-19 na Índia - Plataforma Media

Afeta o cérebro e é altamente mortal. Fungo raro atinge doentes com covid-19 na Índia

Doentes com Covid-19 estão mais suscetíveis ao desenvolvimento de mucormicose, uma doença causada por um fungo que pode atingir órgãos como o cérebro e os pulmões.

Um fungo raro, que afeta órgãos como o cérebro, está aparecer em pacientes com Covid-19 na Índia. Até ao momento, foram registados cerca de 300 casos só em quatro cidades da região de Gujarat, no oeste do país.

A doença em causa chama-se mucormicose e atinge pacientes severamente imunodeprimidos, tendo um alta taxa de mortalidade.

A enfermidade é causa por estes fungos – mucormicetes -, que são bolores que existem naturalmente no ambiente em que vivemos, seja na terra ou em plantas. Normalmente, o bolor é inalado, só que, apesar de a maioria das pessoas conseguir defender-se dos fungos, aquelas que têm sistemas imunitários mais debilitados – desde doentes transplantados, com leucemia, até diabéticos, entre outros – podem não conseguir fazê-lo e desenvolver uma infeção.

“Este tipo de fungos entram pelos seis da face e, uma vez lá depositados, podem chegar ao cérebro, se o sistema imunitário não os conseguir combater”, explica Peter Collignon, especialista do comité de resistência a antibióticos e doenças infecciosas da Organização Mundial de Saúde (OMS), em declarações ao The Guardian.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter