Embaixador chinês adverte que violência no Myanmar pode levar à guerra civil

Embaixador chinês adverte que violência no Myanmar pode levar à guerra civil

Zhang Jun, que representa a China nas Nações Unidas, voltou a apelar ao diálogo entre as principais forças do país asiático, indo ao encontro da mensagem do Conselho de Segurança da ONU para que se acabe com a violência e se dê início a conversações na antiga Birmânia

O embaixador da China na ONU pediu esforços diplomáticos mais fortes para resolver o conflito em Myanmar e avisou que mais violência pode levar “mesmo a uma guerra civil”.

Se a tensão aumentar “haverá mais confrontos, e com mais confrontos haverá mais violência, e com mais violência haverá mais baixas, e então poderemos ir mais longe na direcção errada”, frisou Zhang Jun, na segunda-feira.
“Pode também significar uma situação caótica em Myanmar [antiga Birmânia] e mesmo uma guerra civil”, advertiu o diplomata.

Myanmar é palco de manifestações contra a junta militar, no poder desde o golpe de 1 de Fevereiro, e confrontos entre manifestantes e forças de segurança.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
MoçambiquePolítica

Violência em Cabo Delgado provoca erosão dos direitos humanos em Moçambique

MundoPolítica

ONU condena massacre atribuído ao exército birmanês

MundoPolítica

Funcionários de ONG em Myanmar desaparecidos após ataque do exército

MundoPolítica

Facebook bane empresas controladas pela Junta Militar do Myanmar

Assine nossa Newsletter