ONU: Direitos humanos não devem ser visto como "aspirações teóricas" - Plataforma Media

ONU: Direitos humanos não devem ser visto como “aspirações teóricas”

A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachellet, defendeu nesta segunda-feira (3) que os direitos económicos, sociais e culturais são “essenciais” para a dignidade humana, apelando para que deixem de ser vistos como “aspirações teóricas”.

Intervindo, através de uma mensagem gravada, na abertura da videoconferência “A Importância dos Direitos Económicos, Sociais e Culturais – A caminho da Cimeira Social”, Michelle Bachellet realçou a “liderança consistente” de Portugal nesta matéria, sobretudo por ter coordenado “com competência” as negociações que conduziram ao protocolo facultativo do Pacto Internacional sobre Direitos Económicos e Sociais.

Actualmente, essa “conquista” permite às vítimas procurar justiça a nível internacional “em termos de violação dos seus direitos” e traz “mais equilíbrio” ao sistema internacional para proteger e promover todos os direitos humanos, evidenciando que “os direitos económicos, sociais e culturais são essenciais para a dignidade humana”, sustentou.

Michelle Bachellet constatou que a pandemia de covid-19 veio sublinhar “o papel vital” que esses direitos desempenham “numa sociedade sólida e numa economia resiliente”, ao tornar claras “as fragilidades no sistema de saúde, na protecção social, na habitação, no saneamento, em condições de trabalho decentes e na educação”.

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
LusofoniaMundo

Guiné Equatorial garante direitos humanos “respeitados a quase 100%” no país

MundoSociedade

Relatório da ONU aponta para "agravamento dramático" da fome no mundo em 2020

Mundo

ONU alerta que seca pode ser “a próxima pandemia”

BrasilPolítica

Brasil entre os eleitos para o Conselho de Segurança da ONU

Assine nossa Newsletter