Aviso do FMI. Portugal em posição "crítica" devido a moratórias de empréstimos - Plataforma Media

Aviso do FMI. Portugal em posição “crítica” devido a moratórias de empréstimos

Cerca de 21% era a terceira maior taxa de esforço dos 28 países analisados. Superior só em Chipre (35%) e Hungria (23%). Marcas ficam muito acima da maioria dos casos estudados. Situação pode ser “crítica” e precisa de resposta à altura, defende FMI.

Portugal era o terceiro país num grupo de 28 economias analisadas com a maior carga de empréstimos em moratória face ao total de crédito concedido pelos bancos, alerta um estudo do Fundo Monetário Internacional (FMI), divulgado esta terça-feira.

A fotografia foi tirada no quarto trimestre de 2020, ainda antes, portanto, da terceira vaga da pandemia e do duro confinamento imposto em janeiro. Foi numa altura em que se previa que o país crescesse 6,5% em 2021, número que o FMI reviu em forte baixa agora, para 3,9%.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Related posts
MundoSociedade

Seis em cada sete infecções de Covid-19 em África não são detetadas

BrasilEconomia

Ministro brasileiro pede que FMI amplie financiamentos a países pobres

EconomiaMacau

FMI: Previsões sobre o crescimento de Macau são alteradas

EconomiaMundo

FMI e G20 abordam escassez de produtos e temores de inflação

Assine nossa Newsletter