Ataques em Moçambique. "É de esperar" posição mais firme por parte do Governo português - Plataforma Media

Ataques em Moçambique. “É de esperar” posição mais firme por parte do Governo português

D. Jorge Ortiga, arcebispo de Braga, pede uma posição mais firme por parte do Governo português. Hizidine Achá, jornalista em Pemba, conta à TSF é um cenário de desespero e morte.

Há famílias desesperadas em Pemba, à espera do barco que deve chegar nas próximas horas, com refugiados da cidade de Palma. Durante o dia de domingo, chegou o primeiro navio com mais de 1200 pessoas, que desembarcaram sob fortes medidas de segurança.

O acesso aos jornalistas foi vedado, mas Hizidine Achá, correspondente da Sociedade Independente de Comunicação em Pemba, descreve o que conseguiu ver: urnas e ambulâncias a sair, perante uma multidão em desespero. “Estava lá muita gente, mesmo sem saber se o familiar vinha ou não. As famílias não tiveram contacto, porque saíam do autocarro para os acampamentos e para o aeroporto, e acabaram por abandonar o local.”

Leia mais em TSF

Related posts
MoçambiquePolítica

Ataques: PR diz que mandato das forças estrangeiras é solidário e visa salvar vidas

LusofoniaMoçambique

Lusófonos manifestam solidariedade com Moçambique, mas sem apoio concreto

MoçambiquePolítica

Cabo Delgado: Ministro da Defesa português ouvido hoje no parlamento

MoçambiquePolítica

Cabo Delgado: Ministro da Defesa português ouvido hoje no parlamento

Assine nossa Newsletter