Grupo usou nome da AstraZeneca para tentar enganar governo em venda de 250 milhões de vacinas de Covid-19 - Plataforma Media

Grupo usou nome da AstraZeneca para tentar enganar governo em venda de 250 milhões de vacinas de Covid-19

PF diz que empresário se valeu de um contrato de exclusividade falso com farmacêutica para emplacar venda

Alvo da Polícia Federal nesta quinta-feira (25), um empresário se valeu de um documento falso de exclusividade com a farmacêutica AstraZeneca para tentar vender 250 milhões de doses de vacinas de Covid-19 para o Ministério da Saúde, segundo a investigação.

Christian Faria se apresentou à pasta em janeiro deste ano por meio de um email em que dizia ter exclusividade da empresa inglesa para vender as vacinas.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Related posts
Mundo

Pfizer-BioNTech solicitará autorização para a terceira dose da vacina

BrasilSociedade

Brasil autoriza importação da Sputnik V e Covaxin, mas com condicionantes

BrasilSociedade

Universidade brasileira pede para testar em humanos terceira vacina

MundoSociedade

EUA apoiam distribuição mundial de vacina a preço de custo

Assine nossa Newsletter