Agência europeia admite avaliar vacina chinesa Sinopharm

Agência europeia admite avaliar vacina chinesa Sinopharm

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) disse ontem estar em discussões com o grupo farmacêutico estatal chinês Sinopharm sobre a vacina desenvolvida contra a covid-19, admitindo avaliar este fármaco para dar resposta às necessidades europeias e globais

“Há várias vacinas produzidas por farmacêuticas chinesas e estamos em discussões com um grupo que produz uma dessas vacinas, a Sinopharm, e esperamos ficar em posição de também avaliar essa vacina”, disse a directora executiva da EMA, Emer Cooke.

Intervindo numa audição por videoconferência na comissão de Saúde Pública do Parlamento Europeu, a responsável pelo regulador europeu notou serem “necessárias todas as vacinas eficazes e seguras possíveis para não só dar resposta às necessidades da população europeia, como ao nível mundial”.

Em causa está a chamada “análise contínua”, um instrumento regulador que a EMA utiliza para acelerar a avaliação de um medicamento promissor durante uma emergência de saúde pública, já que, ao rever os dados em tempo real à medida que estes ficam disponíveis, pode chegar mais cedo a um parecer final sobre a autorização de comercialização, quando esta der entrada.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
Política

UE apoia França em crise diplomática com EUA

MundoPolítica

UE sem informação sobre pacto entre Reino Unido, EUA e Austrália

MundoPolítica

Pandemia e refugiados no centro do discurso do Estado da UE

MundoPolítica

Adesão dos Estados dos Balcãs à UE é de "interesse estratégico" mútuo

Assine nossa Newsletter