Centenas assinam carta aberta que apela à reabertura das escolas em março - Plataforma Media

Centenas assinam carta aberta que apela à reabertura das escolas em março

Creches, pré-escolar e ensino básico devem reabrir já na próxima semana, defende uma petição enviada ao Governo e Presidente da República.

Mais de duas centenas de pessoas assinaram uma carta aberta que defende o regresso ao ensino presencial e a reabertura de algumas escolas – creches, pré-escolar e ensino básico (gradualmente) – a partir do início de março.

A missiva, intitulada “Prioridade à escola”, foi enviada ao Governo e ao Presidente da República e publicada esta terça-feira na íntegra no Expresso. É subscrita professores, economistas, cientistas, médicos, psicólogos, pediatras, epidemiologistas e gestores, entre outros.

Defendem ainda que deve ser dada prioridade às componentes práticas do ensino artístico e profissional, reforçadas as medida de segurança já em vigor nas escolas e adotadas novas regras, como o uso obrigatório de a máscara cirúrgica a partir dos 6 anos.

Os professores e auxiliares de ação educativa devem ser incluídos nas prioridades de vacinação e os profissionais nos grupos de risco ser “substituídos por outros ou deem aulas remotamente (com os alunos na escola) até que estejam vacinados”, apelam.

Fazer rastreios periódicos, testes rápidos, vigilância de contágios, insistir na proibição de reuniões fora da escola, desfasar ainda mais os horários de entradas e saídas, incentivar o uso de meios de transporte alternativos e aumentar a oferta de transporte público são outras propostas dos signatários desta carta.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
EconomiaPortugal

O lado escondido do vírus criou uma pobreza que não sabe pedir ajuda

PortugalSociedade

Cansaço, medo e ansiedade. O isolamento na cabeça dos jovens

PortugalSociedade

Nunca, em nenhum confinamento, os portugueses saíram tanto de casa como agora

PolíticaPortugal

Governo português espera reabrir turismo em maio

Assine nossa Newsletter