Vaticano abre museus após 88 dias encerrados - Plataforma Media

Vaticano abre museus após 88 dias encerrados

Os museus do Vaticano, que incluem a famosa Capela Sistina, anunciaram hoje a reabertura a partir de segunda-feira, depois de terem estado fechados durante 88 dias devido às restrições relacionadas com a pandemia de covid-19

Este é o encerramento mais longo desde a Segunda Guerra Mundial, refere o Vaticano em comunicado.

As coleções poderão ser vistas pelos visitantes de segunda-feira até sexta-feira, mas será necessário reservar os bilhetes com antecedência.

Além disso, vão ser atribuídos horários para as entradas dos visitantes dos museus do Vaticano, lê-se na nota divulgada.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.206.873 mortos resultantes de mais de 102 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 11.608 pessoas dos 685.383 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Related posts
MundoPolítica

OMS pede controlo de laboratórios na China em investigação sobre origem da pandemia

MundoSociedade

Covid-19: Pandemia aumentou trabalho infantil e empurrou crianças para trabalhos perigosos

EconomiaMundo

António Guterres: "O mundo deve entrar numa economia de guerra contra pandemia"

MundoSociedade

Ásia regressa a confinamentos com aumento de novos casos de Covid-19

Assine nossa Newsletter