OMS África critica acumulação de vacinas nos países ricos - Plataforma Media

OMS África critica acumulação de vacinas nos países ricos

A directora regional para África da Organização Mundial de Saúde (OMS), Matshidiso Moeti, alertou hoje para o risco de África ficar para trás no acesso às vacinas, criticando a acumulação de doses nos países ricos.

“Nós primeiro, não eu primeiro, é a única forma de acabar com a pandemia. A acumulação de vacinas apenas prolongará a provação e atrasará a recuperação de África”, disse Matshidiso Moeti. ” É profundamente injusto que os africanos mais vulneráveis sejam forçados a esperar por vacinas enquanto os grupos de menor risco nos países ricos são imunizados”, acrescentou.

A directora regional para África da OMS falava hoje, a partir de Brazzaville, República do Congo, na habitual conferência de imprensa semanal sobre a pandemia no continente africano. Para a responsável, “os trabalhadores da saúde e as pessoas vulneráveis em África necessitam de acesso urgente a vacinas Covid-19 seguras e eficazes”.

As autoridades africanas temem que o continente seja deixado para trás no acesso às vacinas, à medida que outras regiões fazem acordos bilaterais, provocando um aumento dos preços. Segundo dados da OMS, desde o início desta semana, foram administradas 40 milhões de doses de vacinas Covid-19 em 50 países, na sua maioria de elevado rendimento.

Leia mais em Jornal de Angola

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
MacauSociedade

Código de saúde vai exibir registo de vacinação contra a covid-19

MundoSociedade

Biólogo americano considera respostas de missão da OMS "difíceis de engolir"

EconomiaMundo

Pandemia, políticas e apoios ditam recuperação em África

MacauSociedade

Antes, durante e depois da quarentena

Assine nossa Newsletter