Escavações revelam canibalismo azteca durante invasão espanhola - Plataforma Media

Escavações revelam canibalismo azteca durante invasão espanhola

Centenas de invasores espanhóis capturados na localidade azteca de Tecoaque em 1520 terão sido sacrificados e devorados pelos indígenas, motivando um posterior massacre ordenado pelo “conquistador” Hernan Cortés.

Um estudo publicado na segunda-feira pelo Instituto Nacional de Antropologia e História do México, resultado de vários anos de escavações na localidade de Tecoaque – cujo nome, no dilaleto indígena Nahuatl, significa “o lugar onde os comeram” – indica que, no ano de 1520, os habitantes locais aprisionaram um destacamento espanhol composto por 15 homens espanhóis, 50 mulheres e 10 crianças, e ainda 45 soldados rasos, entre os quais cubanos de ascendência africana ou indígena, e 350 aliados indígenas.

Todos terão sido aprisionados e sacrificados no espaço de poucos meses, tendo as escavações revelado incisões nos ossos que indicam que a carne terá sido cortada.

Leia mais em TSF

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
Lifestyle

Professor de matemática suspeito de matar e comer o amante em Berlim

Assine nossa Newsletter