Tribunal condena herdeiro do império Samsung a dois anos e meio de prisão - Plataforma Media

Tribunal condena herdeiro do império Samsung a dois anos e meio de prisão

Lee Jae-yong é acusado de envolvimento no esquema de corrupção da ex-Presidente sul-coreana Park Geun-hye. Um tribunal em Seul condenou esta segunda-feira o herdeiro do império Samsung, Lee Jae-yong, a dois anos e meio de prisão, no novo julgamento pela participação no esquema de corrupção da ex-Presidente sul-coreana Park Geun-hye.

O Tribunal Superior de Seul decidiu impor esta pena a Lee Jae-yong por ter subornado Choi Soon-sil (amiga da ex-Presidente sul-coreana), conhecida de “Rasputin”, como parte de uma vasta rede de favores que escandalizaram o país e desencadearam a saída de Park do poder e consequente condenação.

Lee já tinha sido condenado a cinco anos de prisão em agosto de 2017 por subornos destinados a obter tratamento favorável das autoridades, desviar fundos, ocultar bens no estrangeiro e cometer perjúrio.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
EconomiaMundo

Economia da Coreia do Sul contrai em 2020 pela primeira vez em 22 anos

MundoSociedade

Coreia do Sul pretende alcançar “imunidade de grupo” em Novembro

MundoPolítica

Irmã de Kim Jong-un chama as autoridades da Coreia do Sul de "idiotas"

MundoPolítica

Líder norte-coreano quer rever laços com Coreia do Sul e reforçar relações externas

Assine nossa Newsletter